Nacional

Sanitários precisam-se no Mercado Grossista do Zimpeto

O Mercado Grossista de Zimpeto precisa de novos sanitários para responder ao número de visitantes que diariamente escalam aquele espaço. As condições das casas de banho que existem não são das melhores. Na ala masculina a situação é pior. A imundície começa logo nas redondezas e o cheiro é insuportável.

Não tem torneira, os urinóis estão sujos e entupidos, pois os usuários alojam resíduos sólidos diversos. Comparativamente, na ala feminina a coisa é um pouco melhor.

Quando o mercado foi concebido, em 2007, o número de vendedores era reduzido. Actualmente, com o aumento de utentes e vendedores as infra-estruturas existentes já não conseguem satisfazer a demanda. O resultado disso é que tanto mulheres como homens fazem as necessidades maiores e menores num local aberto, logo depois do mercado.

O mercado cresceu e isso fez com que as infra-estruturas que temos ficassem saturadas. Temos um plano com vista a erguermos outros sanitários para fazerem face a este crescimento”, disse Moisés Covane, administrador do mercado.

Angelina Mahumane

Fotos: Jerónimo Muianga

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo