DestaqueNacional

Retomou interrogatório a José Monjane

A 10ª Secção Criminal do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo retomou, há instantes, o interrogatório a Monjane, antigo chefe da Repartição de Finanças na Direcção do Trabalho Migratório (DTM).
O réu José Monjane declarou que a sua assinatura não obrigava a conta do pagamento diferido domiciliada no Millennium Bim.
Explicou que a sua a assinatura como a dos outros era secundária, sendo que a indispensável era a da então directora da DTM, Anastácia Zitha.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo