DestaqueNacional

Renamo pede medidas para aliviar custo de vida

O partido Renamo entende que o Governo deve envidar mais esforços para aliviar o custo de vida que nos últimos dias tende a agravar-se, na sequência do aumento do preço dos combustíveis no mercado internacional, com consequências em Moçambique.

Entre vários aspectos, aponta para o incremento de apoio às camadas vulneráveis, bem assim a adopção de medidas concretas para o sector informal.

Falando sexta-feira em Maputo, numa conferência de imprensa, Saimone Macuiana, membro do Conselho Nacional da Renamo, defendeu a necessidade de se privilegiar investimentos na agricultura como forma de reduzir a importação de produtos alimentares.

“Temos terra arável do Rovuma ao Maputo. Se tivéssemos uma agricultura desenvolvida, como consta na nossa Constituição, teríamos alimentos suficientes para a nossa população”, disse.

No seu entender, com vasta terra arável e com bom investimento, Moçambique “não precisaria de importar produtos alimentares da vizinha África do Sul, nomeadamente, batata-reno, cebola, tomate e cenoura”. Leia mais…

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo