Nacional

Para breve conclusão da “Julius Nyerere”

As obras para a conclusão da Avenida Julius Nyerere, na cidade de Maputo, troço no qual se abriu uma cratera devido às enxurradas do ano 2000, deverão arrancar no próximo mês de Julho.

Segundo apurou o nosso semanário, os trabalhos irão compreender uma extensão de cerca de 1 quilómetro, concretamente desde a Rua do Palmar até à Praça dos Combatentes, vulgo “Xiquelene”.

Dados avançados ao domingo indicam que os trabalhos foram adjudicados a um empreiteiro de nacionalidade portuguesa,  “Gabriel Couto”, estando os trabalhos orçados em cerca de 5 milhões de dólares.

Naquele troço já foram construídas as respectivas valas de drenagem, prevendo-se que se proceda à construção da base para o pavimento da via, bem como de outros acabamentos.

O troço a ser concluído compreende toda a zona baixa do bairro Polana-Caniço A, onde, no ano 2000, as enxurradas arrastaram residências e outro tipo de infra-estruturas que ali existiam.

Segundo soubemos ainda, o empreiteiro seleccionado estará também encarregue de refazer o pavimento entre a Praça do Destacamento Feminino e a Rua do Palmar, o qual se degradou poucos dias depois de ser entregue ao Conselho Municipal de Maputo.

ESTRADAS A MELHORAR

A melhoria de estradas na cidade de Maputo começa a ser notória, tendo em consideração que algumas vias de circulação têm estado a ser revitalizadas, podendo servir de alternativa para muitos automobilistas.

O presidente do Conselho Municipal de Maputo, David Simango, destacou na abertura da VIII Sessão Ordinária da Assembleia Municipal realizada na semana passada, algumas das obras que estão em curso na autarquia.

Depois de concluída a construção do Centro Comunitário do bairro George Dimitrov vai se seguir a implementação do plano de requalificação da “Praça dos Engraxadores”. O empreiteiro para executar os trabalhos, já foi contratado, devendo reabilitar a rua de acesso à “Praça dos Engraxadores” e a ponte do bairro, na Avenida de Moçambique, além do sistema de drenagem, numa extensão de 1.5 quilómetro.

Conforme referiu Simango, faz parte das obras o melhoramento das condições da Escola Primária Completa Unidade 29, a construção de um parque infantil, um campo de futebol, entre outros trabalhos.

No Distrito Municipal Nhlamankulu, encontram-se em fase de conclusão as obras de reabilitação da Rua do Xipamanine, entre o mercado local e o “Vulcano”, assim como da via nº 2302. Estas obras deverão contribuir para a melhoria do acesso àquela zona muito povoada e de grande movimento comercial.

Ainda no que tange à Nhlamankulu, há a assinalar as obras de reabilitação da Avenida Amaral Matos, que será pavimentada numa extensão de cerca de dois quilómetros, entre a zona da ponte do Cemitério de Lhanguene, e a intercepção com a Rua Marcelino dos Santos.

Naquela via, que compreenderá a construção de sistemas de drenagem, para sinalização e reassentamento de famílias serão dispendidos cerca de dois milhões de dólares norte-americanos.

No Distrito de KaMavota, encontram-se num ritmo bastante acelerado de execução as obras de pavimentação da Avenida Dom Alexandre e a Rua da Linha, numa extensão global de perto de 16 quilómetros, o que vai resultar em mais alternativas de acesso à zona de “KaMpfumu”.

Ainda em “KaMavota”, destaque a assinalar tem a ver com a intervenção que está a ser efectuada no prolongamento da Rua Cândido Mondlane, antiga “Dona Alice”, entre a Avenida Dom Alexandre e a zona da lixeira de Hulene, numa extensão de 2.6 quilómetros.

Sabe-se que, para a efectivação daquelas obras, foi necessário reassentar famílias, um processo que, na Avenida Dom Alexandre, abrangeu 31 famílias, entre muros de vedação, imóveis comerciais, tendo o valor de compensação atingido cerca de 7.5 milhões de meticais.

Em relação à Rua Cândido Mondlane, foram abrangidas 23 famílias, entre casas, muros e árvores de fruta, cujo valor em termos compensatórios atingiu cerca de nove milhões de meticais, incluindo a retirada de oito agregados para outros lugares da autarquia.

KaTembe terá

estrada asfaltada

A antiga via rodoviária que se estende desde o Mercado Municipal e o Complexo Marisol, no Distrito Municipal KaTembe, na cidade de Maputo, vai beneficiar de obras de asfaltagem, devendo arrancar brevemente os respectivos trabalhos.

Trata-se de uma estrada que está a ser pouco usada, devido às mas condições de transitabilidade, prevendo-se que o processo de aslfatagem da via venha a representar um alívio para os residentes de algumas zonas povoadas da KaTembe.

As obras no referido troço, com uma extensão de cerca de seis quilómetros, compreenderão trabalhos de construção de valas de drenagem para o escoamento de águas pluviais.

A estrada parte junto do Mercado Municipal, situado próximo da ponte de acesso ao “ferry-boat”, estendendo-se por uma série de infra-estruturas que se localizam ao longo da praia, terminando próximo do complexo turístico “Marisol”.

Espera-se que, o lançamento das obras seja efectuado durante a visita de trabalho que o edil de Maputo, David Simango, irá realizar dentro de dias àquele distrito situado do outro lado da Baia de Maputo.   

Benjamim Wilson

benjamim_wilson@yahoo.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo