DestaqueNacional

Não ganhei nada na Gips

O declarante Jóia Haquirene afirma que não ganhou nada na Gips, uma sociedade constituída em Dezembro de 2011.

“Assumi que era uma daquelas tarefas não exigia remuneradas. Sempre tive muitas tarefas e nada recebi, para além do salário que o Estado me paga”, disse.

Disse ter estado na sociedade até Fevereiro de 2013, altura em que recebeu instruções para ceder a sua quota porque o facto de eu ser pessoa singular constituía um impedimento para entrada de uns parceiros na sociedade.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo