Nacional

Mulheres abraçam piscicultura em Angónia

Mulheres do distrito de Angónia, na região de Lifidzi, decidiram criar uma associação que se dedica à criação de peixe em cativeiro. Trata-se da Associação Jesus Cristo com 17 membros, dos quais 12 de sexo feminino.

Beatriz Bernardo, responsável da agremiação explicou que  graças ao trabalho desenvolvido foi possível adquirir uma motobomba no vizinho Malawi, solicitando presentemente apoio das autoridades para abertura de machambas, pois pretendem iniciar a actividade de piscicultura integrada, junção de pesca e agricultura no mesmo espaço.

A par disso estão a desenvolver esforços para a vedação do espaço de modo a evitarem roubos e invasão do gado. “No passado mês de Fevereiro recebemos três mil alevinos, oferta da Visão Mundial , e como forma de incrementarmos a nossa produção projectamos a abertura de mais tanques piscículas”, garantiu a interlocutora.

A fonte acrescentou que a sua associação projecta igualmente a colocação de plantas exóticas para alimentação e protecção do peixe, para além da ração que é administrada.      

“O produto da pesca serve para o nosso sustento e negócio, embora haja uma vertente social, pois ajudamos crianças órfãs e idosos que têm dificuldades na alimentação, assegurou Beatriz.

Conforme ficamos a saber, o peixe é alimentado três vez por dia, para acelerar o processo de engorda, depois pode ser reduzido para duas vezes ao dia até atingir um peso de 300 gramas durante um período de quatro meses.

A pesca é feita uma vez por mês de forma selectiva, para evitar tirar alevinos, peixe em idade precoce.

A Associação Jesus Cristo existe desde os finais de 2010. Em Janeiro do ano seguinte recebeu os primeiros 400 alevinos e quatro meses mais tarde iniciaram a venda do peixe colhido nos tanques.

Com a abertura de mais tanques piscículas e inicio da actividade agrícola aquela agremiação tenciona abrir uma conta bancária para onde será canalizado o dinheiro da venda. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo