Nacional

Mulémbwè eleito Vice-presidente do Pan-Africano

O moçambicano Eduardo Joaquim Mulémbwè foi ontem, quinta-feira, eleito, em Midrand, na África do Sul, primeiro Vice-presidente do Parlamento Pan-Africano (PPA), depois de ter falhado a presidência daquele órgão de consulta Africano.

Eduardo Mulémbwè reuniu 100 votos a favor dos 132 deputados presentes no acto da votação. Para o cargo também se candidatou a sul-africana Thandi Cecília Memela, que entretanto se retirou pouco antes do início do processo.

Numa declaração feita momentos após a eleição Mulémbwè prometeu tudo fazer para o bom desempenho da instituição e melhor servir.

Falando ao “Notícias” a propósito da candidatura de Eduardo Mulémbwè àquele cargo, o deputado moçambicano Jaime Neto, ex-presidente do grupo regional da África Austral no PPA, disse que a aposta era que Moçambique tivesse um lugar privilegiado no Parlamento Pan-Africano, com responsabilidades concretas. Acrescentou que para a eleição, Moçambique contou sobretudo com o apoio incondicional da região central de África, que possui a maioria dos deputados no órgão, bem como a região ocidental.

Segundo Jaime Neto, com o cargo de vice-presidente o país vai expor-se politicamente, tanto a nível continental, como mundial, podendo dar a sua contribuição para os desígnios de desenvolvimento da África.

Acrescentou que um dos grandes desafios com a assumpção do cargo é fazer com que o Protocolo de Malabo, capital da Guiné-Equatorial, seja ractificado o mais breve possível, visando a transformação do PPA num órgão legislativo e seja implementado o princípio de rotatividade na eleição do futuro presidente. A VI Sessão Ordinária do PPA encerra hoje os seus trabalhos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo