Nacional

Morgue da Matola disponível em Fevereiro

O Hospital Provincial da Matola já tem morgue e a mesma estará disponível para os utentes a partir da primeira quinzena de Fevereiro próximo.

A infra-estrutura foi entregue ao Conselho Municipal da Matola pela direcção daquela unidade hospitalar na última sexta-feira. A edilidade será responsável pela gestão e funcionamento do empreendimento.

Para já, oito técnicos do Conselho Municipal estão a ser capacitados na Morgue do Hospital Central do Maputo (HCM) para iniciarem as actividades com conhecimento para lidar com o trabalho.

A Vereadora de Saúde, Acção Social e Sociedade Civil no município da Matola, Paula Jacude, disse que o executivo municipal firmou uma parceria com a Agencia Funerária Pfunani tendo em vista a operacionalização da morgue.

No quadro da referida parceria, aquela agência com sede na África do Sul financiou a montagem de 24 câmaras frigoríficas. Actualmente, a morgue tem capacidade para receber 33 corpos.

Paula Jacude disse que o apoio da funerária Pfunani está estimado em 450 mil meticais e a edilidade continua a dialogar com diferentes parceiros para garantir transporte e melhores condições de trabalho no local.

– O município está em contacto com diferentes parceiros para garantir um funcionamento adequado da Morgue e posso assegurar que as condições estão criadas para não defraudarmos os nossos munícipes e a população dos distritos vizinhos, observou Paula Jacude.

Por sua vez, Xadreque Muluana, Médico Chefe da província do Maputo, referiu que a entrada em funcionamento daquela morgue vai facilitar a gestão de óbitos naquela área.

Tal como referiu aquele dirigente, o Hospital Provincial da Matola abriu ao público sem o serviço de morgue, o que implicava o transporte dos corpos para os hospitais gerais José Macamo ou Machava.

– Iniciamos sem esta componente e julgo que vamos ultrapassar um transtorno grande. O equipamento instalado é adequado e o nosso compromisso é de atender os utentes com dignidade,frisou.

A morgue dispõe de equipamento moderno e estima-se que funcione pelo menos durante cinco anos sem dificuldades. Aliás, a Funerária Pfunani garante assistência técnica ao equipamento no quadro da parceria estabelecida com o Conselho Municipal da Matola.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo