Nacional

Moçambique empregou mais de 17 mil estrangeiros

Mais de 17 mil cidadãos estrangeiros trabalharam legalmente para diversas empresas e projectos de desenvolvimento em Moçambique, em 2014, representando uma redução de dependência externa, em termos de mão-de-obra, na ordem de oito por cento, em relação aos cidadãos contratados para trabalhar em 2013.

Ao todo são 17.330 cidadãos de nacionalidade estrangeira, que o país recebeu, de Janeiro a Dezembro de 2014. Deste universo, 1.560 são mulheres.
Um comunicado de imprensa do Ministério do Trabalho (MITRAB) refere tratar-se de cidadãos estrangeiros que trabalharam após reconhecimento oficial ou autorização do Governo, sendo que, do total, 8.842 tiveram admissão directa, através da quota estabelecida nos termos da Lei do Trabalho.
Outros 3.401 trabalhadores expatriados foram admitidos em Moçambique no âmbito dos projectos de investimento”, refere o documento.
No que concerne aos projectos de investimento, houve uma subida do número de mão-de-obra contratada fora do país, tendo atingido 29,7 por cento, ou seja 777 trabalhadores em relação a 2013.

Ainda do estrangeiro trabalharam para diversas empresas de Moçambique mais 3.347 trabalhadores, sob contratos de curta duração até 30 dias. Outros 1.350, também do mesmo regime, mas com a duração de 180 dias, foram admitidos no país ao longo de 2014.

Em termos de pedidos de autorização de trabalho, o MITRAB deferiu 390.
Relativamente aos estrangeiros que terminaram contratos de trabalho em Moçambique, o MITRAB registou, durante 2014, um total de 1.606 trabalhadores, enquanto outros 1.943 viram os seus contractos de trabalho caducados.
Idnórcio Muchanga

aly.muchanga@gmail.com
Fotos de Carlos Uqueio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo