Nacional

Matola prepara empresa de transportes

A Empresa Municipal de Transporte Público da Matola deverá entrar em actividades no presente trimestre, quando terminar o processo de transferências de recursos da extinta empresa Transportes Públicos de Maputo (TPM) para aquela autarquia.

O Governo decidiu descentralizar a gestão do sistema de transportes públicos urbanos para os municípios em 2012, tendo culminado com a criação e entrada em funcionamento da empresa municipal de transportes de Maputo.

No caso da Matola, o processo está a levar mais tempo porque aquela autarquia ainda não possuía infra-estruturas em condições para o efeito.

Todavia, o presidente do Município da Matola, Calisto Cossa, fez saber que o processo é irreversível, por isso, a direcção daquele município está a preparar-se para instalar a empresa.

A sede da transportadora da Matola vai funcionar em instalações herdadas dos TPM, constituídas por um bloco administrativo e um hangar com oficinas para trabalhos de manutenção.

Falando por ocasião da tomada de posse da direcção da empresa, a ter lugar amanhã, segunda-feira, Calisto Cossa disse que decorre actualmente a fase conclusiva de reabilitação daquela infra-estrutura.

“O primeiro passo era colocarmos as instalações da empresa de transportes em condições, e constatamos que os avanços na obra são significativos”,apontou.

Disse que os técnicos das áreas de administração, tráfego e manutenção já foram indicados, decorrendo actualmente um estudo das rotas por explorar nos bairros da Matola.

“O nosso desafio será a indicação de rotas internas no município da Matola, porque tem de ser destinos que facilitem a circulação do tipo de autocarros que vamos receber. É um trabalho a ser combinado com a manutenção das vias de acesso”, apontou.

Questionado se o Município da Matola teria capacidade financeira para responder ao desafio de gerir os transportes públicos, Cossa referiu que não há motivos de alarme porque a transferência não envolve apenas recursos humanos, mas também materiais e financeiros.                                                    

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo