Nacional

Marcha de repúdio ao assassinato do Cistac

Estudantes de Faculdade de Direito da Universidade Eduardo Mondlane, em Maputo, estão a organizar uma manifestação para sábado em protesto contra o assassinato do constitucionalista e académico Gilles Cistac, ocorrido na manhã da terça-feira passada, na capital moçambicana, ao longo da Avenida Eduardo Mondlane, quando saia duma pastelaria.

Os estudantes fixaram mensagens de repúdio na vedação frontal da faculdade com seguintes escritas: “Nós somos Cistac. Gilles Cistac vive. Grandes homens não morrem, ascendem e queremos justiça”, entre outras.

A marcha iniciará às 7:00 horas na pastelaria Abc, local onde o académico foi alvejado a tiros, e vai desaguar na faculdade de Direito, localizada na Avenida KennethKaunda.

A iniciativa é do núcleo dos estudantes da UEM e visa prestar a homenagem a Cistac. Os estudantes contaram a nossa Reportagem que se Moçambique é um Estado de Direito é necessário que o cidadão possa apresentar a sua opinião e haja liberdade de expressão.

Idnórcio Muchanga

aly.muchanga@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo