DestaqueNacional

Mais água potável para Salamanga 

Pouco mais de 3.500 habitantes do posto administrativo de Salamanga, no distrito de Matutuíne, província de Maputo, passam a beneficiar de água potável, fornecida por um sistema de abastecimento, inaugurado, quarta-feira, 13 de Julho, pela vice-ministra das Obras Públicas Habitação e Recursos Hídricos, Cecília Chamutota.

Trata-se de um sistema orçado em 36 milhões de Meticais, financiados, em forma de donativo, pelo Governo do Reino Unido, através do Foreign Commonwealth & Development Office (FCDO), com  capacidade para abastecer  a 15 mil pessoas, numa rede de 5 quilómetros.

Na ocasião, a vice-ministra, Cecília Chamutota, disse que com a inauguração a taxa de cobertura em Salamanga passa de 41% para 91%, o que contribui para que o distrito de Matutuine passe de 79.4% para 81.2% nas zonas rurais, beneficiando a cerca de 35.456 pessoas.

Por sua vez, a Alta Comissária do Reino Unido em Moçambique, NneNne Iwuji-Eme, disse que a inauguração do empreendimento, em Salamanga enquadra-se no âmbito do apoio que o seu país providencia ao Programa Nacional de Abastecimento de Água e Saneamento Rural do Governo de Moçambique (PRONASAR).

“Com este apoio, pretendemos contribuir para a transformação da provisão dos serviços de água e saneamento, permitindo uma maior resposta à demanda das comunidades mais necessitadas nas zonas rurais de Moçambique e, principalmente, a comunidades afectadas pelas mudanças climáticas”, concluiu a Alta Comissária do Reino Unido em Moçambique.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo