DestaqueNacional

Levar a experiência do AGP e Acordo de Maputo

Moçambique vai levar para o Conselho de Segurança das Nações Unidas, órgão que zela pela paz no mundo, a sua experiência de diálogo que culminou com a assinatura do Acordo Geral de Paz, em Roma, Itália e o Acordo de Paz e Reconciliação de Maputo, rubricado em 2019, pondo fim a vários anos de guerra no país. O Presidente da República, Filipe Nyusi, que há instantes se dirigiu à nação, garantiu que vai continuar a envidar esforços no sentido de resolver os problemas do terrorismo que se verifica em alguns distritos da província de Cabo Delgado.”Há progressos assinaláveis no combate ao terrorismo”, disse o Chefe do Estado. De seguida, Nyusi agradeceu o voto confiado pela Comunidade de Desenvolvimento da África Austral, União Africana, Comunidade de Países da Língua portuguesa, entre outros.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo