DestaqueNacional

Inversão da dívida tornou impossivel fecho de contas

A declarante Cristina Matavele revelou ainda que na sequência desta troca da dívida, de 500 para 350 milhões de dolares, preparou o Plano de Negócios para operacionalizar a empresa, tendo havido garantias de assinatura de um acordo de retrocessao com o Estado.

“Porém, esta inversão levou que  surgisse um novo  problema porque a factura dos barcos era de 580 milhões e contabilísticamente os barcos tinham um preço que superada os 350 milhões. Foi por causa disso que a conta de 2015 não fechou até eu sair da EMATUM”, disse.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo