Nacional

INQUÉRITO: O que espera do acordo de paz?

Após a assinatura do Acordo de Paz e Reconciliação de Maputo, a 6 de Agosto deste ano, entre o Governo e a Renamo, que visa pôr termo ao conflito armado que eclodiu após as eleições de 2014, domingo saiu à rua para ouvir a opinião do cidadão em torno deste acto de grande importância para a nação moçambicana.

Não sei se muda muita coisa…

‒ Madalena Macana, caixa

Fazendo uma análise, pode, de certa forma, mudar alguma coisa em comparação com o primeiro acordo assinado, mas não muita…, daí que é necessário que o efeito não se restrinja aos líderes governantes, que seja para todos nós como pessoas e irmãos que somos. É preciso compreender que outro factor que leva a esta luta é a fome, agravada pelo facto de, a meu ver, produzirmos muito pouco.

Que entreguem as armas

‒ Firoza Malimo, digitadora

De todas as conversações, para além do primeiro acordo assinado, temos um discurso igual de paz efectiva, mas não sei se desta vez será indelével. Não se justifica que até hoje, com o acordo de paz assinado, alguns soldados ainda não tenham entregado todo o armamento ao Governo.  Leia mais…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo