Nacional

“Imundície toma conta do antigo gabinete do Governo de Manica”

Recebemos do Secretário Permanente Provincial de Manica, António Domingos Mapure, um pedido de exercício de direito de reposta em relação a um artigo com o título em epígrafe publicado na nossa edição do dia 5 de Janeiro corrente. Eis na íntegra a referida carta:

“Exmo. Senhor

Director do Jornal Domingo

Maputo

 

 

Na sequência do artigo intitulado “Imundície toma conta do antigo gabinete do Governo” inserido na página 25 da edição 1662, publicada no dia 5 de Janeiro de 2014, o Governo da Província de Manica, vem por este meio solicitar à V.Excia, Senhor Director, se digne a mandar publicar da presente nota de esclarecimento/contestação, ao abrigo do consagrado no artigo 33 (Direito de Resposta), na Lei nº 18/91, de 10 de Agosto (Lei de Imprensa) com os seguintes fundamentos:

 

1.      A saída do Gabinete de Sua Excelência Governadora da Província de Manica do antigo edifício do Governo Provincial de Manica para o novo edifício do Governo Provincial de Manica, nunca foi sinal de abandono do antigo edifício do Governo Provincial; 

2.      No antigo edifício Provincial continuam a funcionar diferentes Direcções Provinciais atendendo o público que ai aflui à procura dos serviços públicos;

3.      O edifício não apresenta imundície e com lixo espalhado por todos os cantos como o articulista pretende transmitir a imagem do seu estado actual. Uma comissão do governo visitou de surpresa o edifício e provou não existir imundície no local;  

4.      Muito antes da saída do Gabinete de Sua Excelência Governadora da Província de Manica, o Governo Provincial já havia deliberado a contratação de consultoria para fazer um estudo de intervenção no antigo edifício de forma a conferi-lo o mesmo conforto que o actual edifício do Governo Provincial e o processo está em curso.

5.      É importante referir que, a Representação do Estado da Cidade de Chimoio funciona no antigo Gabinete de Sua Excelência Governadora da Província de Manica.

6.      Os Directores Provinciais que dirigem as Direcções Provinciais instaladas no antigo edifício do Governo são os principais responsáveis pela conservação dos bens patrimoniais do Estado e do próprio edifício. Não há registo de que esses Directores se achavam ausentes da Província no período referido pelo articulista, pelo que havia fontes bastantes para esclarecer o assunto se fosse o caso.

7.      O pessoal de limpeza do edifício está adstrito às Direcções Provinciais que funcionam naquele edifício. Não há registo, igualmente, de que os responsáveis dessas áreas se achavam ausentes da Província no período referido pelo articulista.

8.      Não registamos o pedido de entrevista quer com os respectivos Directores quer com os Chefes de áreas que superintendem a limpeza do edifício em torno do assunto de imundície que o articulador refere na sua peça. Por outro lado, tratando-se de edifício do Governo Provincial, o articulista bem podia contactar o Porta-Voz do Governo Provincial mas evitou dar substância a sua peça.

9.       É verdade que no edifício está a registar-se o movimento de realojamento dos espaços deixados pelas Direcções que passaram para o novo edifício do Governo. Todavia, esse movimento não perturba o ambiente acolhedor do edifício.

10.  Uma nota importante de realce é que, em Dezembro do ano de 2013, o edifício beneficiou de uma limpeza geral do seu pátio e espaços comuns incluindo o tratamento do seu jardim. Esta limpeza foi realizada por uma empresa contratada para o efeito. Antes e daí em diante, os funcionários das diferentes Direcções Provinciais que funcionam no edifício continuam a garantir a limpeza e higiene do edifício.

11.  Lamentamos o facto de o articulista não ter contactado os Directores Provinciais cujos Gabinetes de trabalho alegadamente, apresentam lixo espalhado por todo canto e nem mesmo a Representante do Estado, que também trabalha naquele edifício para se pronunciarem sobre a imundície, que se diz existir no edifício. Isto revela que o articulista se eximiu de dedicar tempo necessário para ouvir as fontes e até confrontar os dados que foi recolhendo, tal como mandam os manuais básicos de jornalismo.

 

 

Por uma informação ética e responsável, subscrevemo-nos com a devida consideração.                           

 

 

 

Chimoio, 13 de Janeiro de 2014

 

O Secretários Permanente Provincial

 

 

António Domingos Mapure

 

(Porta-voz do Governo provincial)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo