DestaqueNacional

Imran deverá ser ouvido na presença de Ângela Leão

O declarante Imran Issa deverá voltar a ser ouvido quando a ré Ângela Leão estiver presente para tratar das matérias relacionadas com os actos praticados por esta.

O juiz Efigénio Baptista chumbou o requerimento apresentado pela defesa de Ângela Leão, mas abriu a possibilidade de o declarante ser ouvido parcialmente numa data a anunciar.

Aliás, esta posição foi acolhida pelo Ministério Público e do seu assistente, a Ordem dos Advogados de Moçambique.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo