Nacional

Guebuza exonera ministros, vice-ministros e governadores

O Presidente da República cessante, Armando Emílio Guebuza, exonerou quarta-feira todos os Ministros que compõem o seu governo, para permitir que o novo chefe de Estado, saído das eleições gerais de Outubro de 2015, Filipe Nyusi, forme o seu Executivo.

Guebuza, que termina o seu segundo mandato de cinco anos como Chefe de Estado moçambicano, exonerou todos os Ministros, vice Ministros, governadores e conselheiros.
Aliás, alguns do Ministros, governadores e conselheiros haviam sido exonerados na semana finda para permitir que estes tomassem posse como deputados da Assembleia da República, o parlamento moçambicano, por terem sido eleitos para ocupar este cargo durante as eleições gerais de 15 de Outubro de 2014.

Desde modo, Guebuza exonerou os Ministros Aiuba Cuereneia, da Planificação e Desenvolvimento, Oldemiro Baloi, dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Alberto Mondlane, do Interior, Agostinho Mondlane, da Defesa Nacional, Cadmiel Muthemba, das Obras Públicas e Habitação, e Salvador Namburete, da Energia.

Igualmente, no âmbito das suas atribuições constitucionais, Guebuza exonerou Feliciano Gundana, Ministro na Presidência para os Assuntos Sociais, António Sumbana, na Presidência para Assuntos da Casa Civil, Carmelita Namashulua, da Administração Estatal, Fernando Sumbana, da Juventude e Desportos, Helena Taipo, do Trabalho, Bevinda Levi, da Justiça, e Adelaide Amurane, Ministra na Presidência para os Assuntos Parlamentares, Autárquicas e Assembleias Provinciais.

No seu despacho presidencial, Guebuza exonerou, também, Victor Borges, do cargo de Ministro das Pescas, Mateus Kida, dos Combatentes, Armando Inroga, da Industria e Comercio, Armando Artur, da Cultura, Iolanda Cintura, da Mulher e Acção Social, Alexandre Manguele, da Saúde, Augusto Jone, da Educação, Louis Pelembe, da Ciência e Tecnologia, e Gabriel Muthisse, dos Transportes e Comunicações.
Em despachos diferentes, Guebuza exonerou todos os vice-ministros, governadores provinciais e seus conselheiros.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo