Nacional

Governo não quer alterações precipitadas

O primeiro-ministro, Alberto Vaquina, reiterou, no Parlamento, que o Governo tem vindo a fazer os necessários ajustamentos à lei, de modo a que os mega-projectos contribuam 

com um peso ainda mais significativo para o Orçamento do Estado, tendo, inclusivamente para os novos contratos, eliminado os incentivos que inicialmente foram praticados.

Quando afirmamos que o Governo não pode, precipitadamente, alterar as condições previamente negociadas, estamos a querer dizer que, antes de mais nada, temos de verificar o enquadramento legal das alterações a efectuar e avaliar os possíveis impactos de tais medidas na imagem internacional de Moçambique, bem como nos esforços que o Governo têm estado a levar a cabo para a criação de mais empregos para os jovens e mulheres do nosso País, disse Vaquina.

Aliás, Vaquina tratou de dar uma espécie de “ABC” da governação ao destacar, a título de exemplo, que Governar significa ter a serenidade suficiente para “explicar o já explicado”, como é o caso da questão da renegociação dos contratos. Governar significa também ter a capacidade de continuar a construir estradas que são usadas por todos e mesmo pelos que dizem não haver estradas.

O Governo rege-se com políticas. E, embora devamos ouvir e ter em conta todas as contribuições, como Governo, não podemos mudar de direcção sempre que alguém critica ou apresenta uma opinião diferente. Não é assim que se governa! Governar exige responsabilidade nas decisões e nas suas consequências. No dia, em que induzidos pelas críticas, tomarmos uma decisão inadequada que possa vir a reduzir drasticamente os empregos existentes será o Governo a ter de explicar isso ao Povo.

Respondendo implicitamente a algumas posições e provocações de deputados da bancada da Renamo, Vaquina fez questão de dizer que governar significa dar oportunidade de educação a todos, mesmo sabendo que da escola alguns apenas assimilarão a instrução e usarão os seus conhecimentos e a sua afinada retórica para insultar a dignidade do seu próximo e do seu próprio Povo. Enfim, governar significa ouvir com serenidade os verdadeiros mentirosos chamando-nos de mentirosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo