Nacional

Gorongosa apreende duas centenas de armas de fogo

A Unidade de Luta Contra a Caça Furtiva no Parque Nacional de Gorongosa (PNG) apreendeu mais de 180 armas de fabrico local, ao longo do ano passado, que eram usadas para o abate de animais bravios.

No mesmo ano, foram removidos daquele parque mais de três mil laços mecânicos e 300 armadilhas utilizados pelos furtivos para realizar a sua actividade, segundo avançou o administrador do parque, Mateus Mutemba.

 “Ano após ano continuamos a registar o crescimento e ocorrência de incidentes de caça furtiva. No ano passado fizemos aproximadamente 250 apreensões de caçadores furtivos. Há uma tendência recorrente destas armas continuarem a ser fabricadas e utilizadas nesta actividade ilegal”, lamentou Mutemba.

O administrador falava à imprensa minutos após a assinatura de um protocolo de apoio ao PNG ao abrigo do qual o Grupo Entreposto vai disponibilizar uma soma no valor de 125 mil dólares destinado à Unidade de Luta Contra Caça Furtiva.

Texto de Idnórcio Muchanga

aly.muchanga@gmail.com

Fotos de Carlos Uqueio


 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo