DestaqueNacional

Evitamos ser processados no mercado internacional

Depois de um longo debate jurídico sobre a atitude do Governo em relação ao cumprimento do acórdão do Conselho Constitucional, o qual determina a nulidade da divida da EMATUM e respectivas garantias, o declarante Adriano Maleiane disse que o Governo tomou em conta a nulidade decretada pelo Conselho Constitucional.

Todavia, Maleiane diz que havia regras internacionais por cumprir para evitar que o país fosse demandado pelos credores, pelo que reestruturou a dívida e começou a pagar.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo