Nacional

EMTPM perde mais de um milhão de meticais

A Empresa Municipal de Transportes de passageiros da cidade de Maputo (EMTPM) teve um prejuízo de cerca de um milhão e setecentos meticais, na mais recente greve feita pelos funcionários daquela empresa, nos meses de Fevereiro e Março.

 A informação foi avançada sexta feira última pelo porta-voz da instituição, Lourenço Albino, no âmbito da palestra dirigida aos funcionários daquela empresa sobre educação financeira e combate a fraude nos transportes públicos.

Trata-se de prejuízos relacionados com o não cumprimento de obrigações profissionais. “Durante a greve algumas actividades da empresa pararam, não se transportou passageiros, o que significa que não tivemos receitas”, disse Lourenco Albino.

Referiu que cerca de 180 mil passageiros não foram transportados, o que trouxe um prejuízo decerca de um milhão e setecentos meticais, que condicionaram também a manutenção dos autocarros.

COMBATER

A FRAUDE NOS TRANSPORTES

Sem avançar dados, o porta-voz da EMTPM referiu  que, diariamente, a empresa tem registado casos de funcionários que cometem fraudes no decorrer das suas actividades, o que lesa e mancha o nome daquela instituição.

Entretanto, a culpa foi atribuída, igualmente, aos  passageiros, que, “aliciam os nossos colaboradores, sendo por isso que, em parceria, pretendemos educar ambas as partes a não aderirem a essas práticas”. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo