DestaqueNacional

Documento desaparece do processo

Um documento contendo 34 páginas terá desaparecido dos autos. O Ministério Público diz ter estado a trabalhar no processo e constatado o extravio de duas páginas de um despacho, além de documentos sobre o contrato-promessa entre a Txopela e Paraíso de Férias, contrato de gestão, entre outros. 

Do processo ainda constava uma procuração do administrador da Índico Property. 

“De que tenho memória, o administrador era Alexandre Chivale. Agora não tenho como provar porque os documentos já não existem. É preciso proceder-se à reforma do processo”, declarou Ana Sheila Marrengula. 

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo