DestaqueNacional

Dívidas foram contraídas pelas empresas e não pelos réus

Abdul Gani prossegue afirmando que quem contraiu as dívidas foram as empresas EMATUM, ProIndicus e MAM e não os réus presentes em julgamento.
Segundo Gani, os réus receberam dinheiro da Privinvest no valor de cerca de 70 milhões de dólares e questiona o facto de o Ministério Público pretendrr que estes paguem 2.2 biliões de dólares acrescido de juros em indemnização ao Estado.
Para este causidico, o pedido de indemnização devia ter sido submetido ao tribunal cinco dias depois da dedução da acusação definitiva e não foi feito pelo que este pedido é extemporâneo. 

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo