Nacional

Dhlakama diz que quer abandonar esconderijo para fazer pré-campanha

O líder da Renamo, Afonso Dhlakama, manifestou hoje a vontade de abandonar o seu esconderijo e fazer pré-campanha para as eleições gerais de Outubro, acusando o exército de cercar o seu refúgio.

Apesar de ter aparecido em público há cerca de duas semanas perante uma brigada de recenseamento eleitoral, para se registar e obter o cartão de eleitor, na Serra da Gorongosa, centro do país, Afonso Dhlakama encontra-se em paradeiro desconhecido, desde que o acampamento em que vivia, na região, foi ocupado pelo exército moçambicano em Outubro do ano passado, na sequência de confrontos com os homens armados da Renamo (Resistência Nacional Moçambicana).

Em entrevista telefónica que concedeu algures a partir da Serra da Gorongosa para órgãos de comunicação social reunidos na sede da Renamo em Maputo, Afonso Dhlakama manifestou a vontade de abandonar o seu refúgio, enfatizando que essa intenção não se está a materializar, porque o exército moçambicano mantém o cerco ao local.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo