Nacional

Detidos supostos assassinos de Gilles Cistac

Dois indivíduos encontram-se detidos desde semana passada, na cidade de Maputo, indiciados de envolvimento no assassinato do constitucionalista Gilles Cistac, ocorrido em Marco último, quando saia duma pastelaria na Avenida Eduardo Mondlane. 

Trata-se de Lúcio Manuel e Arsénio Nhampossa detidos na sexta-feira e que ainda decorrem diligências para a neutralização dos restantes membros da quadrilha.

A Policia da República de Moçambique (PRM) não avançou detalhes das circunstâncias em que os dois indivíduos foram detidos e considerou ser, igualmente, prematuro apresentá-los publicamente, alegadamente para não interferir em todo um processo investigativo que ainda esta em curso.
A prisão dos indivíduos foi legalizada na sexta-feira pelo Tribunal Judicial da Cidade de Maputo. Neste momento, lamentamos não apresentá-los aos órgãos de comunicação social, por ainda estarem a decorrer diligências com vista a solicitá-los para esse efeito. Vamos mostrar os indivíduos, para além de adicionar outra informação que se julgar relevante”, disse Arnaldo Chefo, porta-voz do Comando da PRM ao nível da cidade de Maputo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo