DestaqueNacional

Constituição da Txopela gera polémica

A audiência de julgamento do Caso das Dividas não Declaradas retomou na manhã de hoje com um pedido do advogado Abdul Gani, antigo defensor do réu António Carlos do Rosário, o qual requereu o desentranhamento de um expediente constante dos autos sobre a constituição da empresa Txopela.

Abdul Gani diz que há discrepância e até vícios ligados às assinaturas referentes ao acto constitutivo daquela empresa.

O Ministério Público nega que o documento por si junto aos aos autos seja desentranhado por entender que caso este tenha sido viciado, é preciso realizar realizar uma investigação para efeitos de responsabilização do autor. 

O juiz indeferiu o pedido de Abdul Gani argumentando  que não se pode extrair nenhum documento do processo por uma questão de coerência.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo