Nacional

Consórcio indiano investe 500 milhões de dólares na exploração de carvão

O Consórcio Estatal Indiano Coal Ventures (ICVL) está prestes a investir cerca de 500 milhões de dólares norte-americanos em infra – estruturas associadas à exploração de carvão em Moçambique.

Segundo anunciou a agência indiana PTI, o investimento, a ser realizado dentro três anos, tem em vista melhorar as condições logísticas no escoamento do carvão em Moçambique e vai incluir uma rede ferroviária de 500 quilómetros, estradas e instalações portuárias.

O ICVL negociou, no passado mês Julho, por 50 milhões de dólares a aquisição das minas de carvão que a Rio Tinto detinha no território nacional.

O negócio, concretizado no início deste mês, envolve a totalidade das minas que a Rio Tinto possui nas províncias de Zambézia e Tete e 65 por cento das reservas de Benga, também em Tete, pelas quais o multinacional anglo – australiana tinha pago mais de três mil milhões de dólares em 2011 à Riversdale Minining.

 A mina de Benga é a única em funcionamento e a ICVL pretende aumentar, até 2017, a actual exploração de cinco milhões de toneladas anuais para 12 milhões, disse a fonte, reconhecendo que a operação neste momento é dispendiosa.

O objectivo do consórcio está dependente do investimento em instalações logísticas e infra-estruturas.

A ICVL é um consórcio constituído por cinco empresas públicas criado pelo Governo indiano com o objectivo de encontrar minérios e metais destinados ao seu mercado interno.

I.M

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo