DestaqueNacional

Confiava nas instituições do Estado 

O antigo dirigente da Monte Binga, Victor Bernardo, disse que assinou o Termo Indicativo e Condições de Financiamento sem se imiscuir nos respectivos detalhes porque no mesmo já estavam apostas as assinaturas da directora nacional do Tesouro, na época Maria Isaltina Lucas, e de um representante da Privinvest, que era a empresa que forneceria os bens e serviços que o Estado pretendia adquirir. 

“Assinei porque confiava nas instituições do Estado. Se não confiasse não estaria a realizar cabalmente a missão que me foi confiada pelo mesmo Estado”, disse. 

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo