Nacional

Ciclones em Moçambique tendem a ser mais violentos

‒ Adérito Celso Aramuge, director geral do Instituto Nacional de Meteorologia

Atragédia começou a esboçar-se a 4 de Março de 2019, quando se formou um sistema de baixas pressões no Canal de Moçambique, próximo da costa da Zambézia. Na noite do mesmo dia, o sistema galgou o interior desta província e começou a causar chuvas moderadas a fortes, acompanhadas de trovoadas severas.

As chuvas registaram-se também em Sofala, Tete, Nampula, Niassa e Cabo Delgado. O sistema permaneceu sobre a província da Zambézia até as primeiras horas de 9 de Março.

Na tarde do mesmo dia, eis que este retorna ao mar, intensifica-se, e no dia 11 atinge o estágio de ciclone tropical, categoria 3, com ventos na ordem de 120 a 170 km/h, provocando maior agitação do estado do mar.

Texto de Bento Venâncio
bento.venancio@snoticicas.co.mz

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo