DestaqueNacional

Calendário de julgamento volta a ser alterado

Juiz Efigénio Baptista volta a mexer no calendário das audiências de julgamento devido à exclusão de alguns declarantes e a ausência inexplicada de outros.

A título de exemplo, o declarante Leopoldo Buque requereu dispensa por ser irmão da Ângela Leão e Mbanda Henning e ainda pelo facto de ter interesses com Gregório Leão, que é seu cunhado.

Tambem não será possível ouvir a declarantr Caice Sale que é esposa de António Carlos do Rosário e não está localizavel.

O juiz revelou ainda que alguns declarantes relacionados com a ré Ângela Leão deixaram o país, como é o caso do declarante Márcio Dinis que está fora há mais de um ano. Em face disso, o tribunal reajustou o calendário indicando  que nos dias 7 e 8 de Fevereiro não haverá audição a declarantes, e no dia 14 de Fevereiro será ouvido Momed Fiky por vídeo conferência. No dia 17  de Fevereiro terminam as audições para se seguir as alegações finais.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo