DestaqueNacional

Audiência retoma com alegações do advogado de Teófilo e Bruno

Lourenço Malia, advogado constituído pelos réus Teófilo Nhangumele e Bruno Langa, iniciou há instantes a apresentação das suas alegações finais.
Este causidico diz que falar sobre estes dois réus é abordar a génese do projecto de Protecção Costeira da Zona Económica   Exclusiva.
 “O dinheiro por estes recebidos saiu da Privinvest que é uma empresa comercial por via de um contrato obrigacional de empreitada e fornecimento bilateral entre a  ProIndicus e a Privinvest” , disse.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo