DestaqueNacional

Arguida fazia turismo de luxo

Embora auferisse um salário de 500 dólares, consta do passaporte da arguida o registo de viagens, para além de Moçambique, também para Singapura, Japão e Taiwan.
Ao tribunal, alegou tratar-se de viagens turísticas, supostamente financiadas pelo namorado.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo