Nacional

Alfândegas apreendem 553 caixas de cigarro contrabandeado

As autoridades alfandegárias na província de Manica acabam de apreender 553 caixas de cigarros de marca Pacific Blue, contrabandeados da vizinha República do Zimbabwe.

Os produtos confiscados resultam de duas operações levadas a cabo pela equipa FAST nos povoados de Matarara e Zinguiri no distrito de Sussundenga, trabalho este que contou com a participação da Polícia da República de Moçambique (PRM), líderes comunitários e população, em geral, que prontamente denunciou o esquema dos contrabandistas.

Informações tornadas públicas por uma fonte das Alfândegas de Moçambique indicam que, na primeira operação, foram apreendidas 111 caixas e, na segunda, 442 contendo 50 volumes de cigarros cada.

A mercadoria tinha como destino a região sul do país e seria comercializada dentro do território nacional, tendo em conta as inscrições em Português apresentadas nos maços.

A mesma fonte revelou que as 111 caixas foram encontradas abandonadas no interior de uma residência e na segunda apreensão os cigarros eram transportados num camião Freithline.

Para despistar os agentes aduaneiros, os cigarros estavam misturados com cerca de 900 caixas de cerveja nacional vazias.

Depois de ter notado a presença dos membros das alfândegas, o motorista do camião colocou-se em fuga para parte incerta. Até ao momento a viatura e a mercadoria não foram reclamadas.

O primeiro lote de cigarros capturados está avaliado em 425 mil meticais, o que, em termos de direitos, representaria um acumulado de 691.519,52 meticais. O segundo está estimado em cerca de 1.6 milhão de meticais.   O valor de direitos e demais imposições rondaria em 2.7 milhões de meticais, enquanto o camião está avaliado em 1.614.225.25 meticais.

Recorde-se que a mesma manobra ocorreu no distrito de Sussundenga sendo que os cigarros eram transportados numa viatura contentorizada. A mercadoria estava misturada com sacos de farelo.

Durante os últimos três meses, as autoridades aduaneiras efectuaram três apreensões de vulto e confiscaram mil caixas de cigarros, estimadas em cerca de 6.1 milhões de meticais em direitos aduaneiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo