Internacional

SADC: 23 de Março poderá ser Dia da Comunidade

Angola propõe a data de 23 de Março como Dia de Libertação da África Austral, assunto discutido na reunião do Conselho de Ministros da SADC, realizada esta semana  em Gaberone, capital do Botswana.

Os chefes das delegações da Tanzânia, Namíbia e Seychelles, ao usarem da palavra, reconheceram a importância da data e da Batalha do Cuito Cuanavale  para o fim do  apartheid na África do Sul.

Argumentaram que aquele facto abriu caminho à Independência da Namíbia e de uma nova realidade sociopolítica voltada para a paz e estabilidade em toda a região da África Austral. A proposta de Angola será analisada pelos países membros até 30 de Abril, e a decisão final será conhecida em Julho, durante a próxima reunião do Conselho de Ministros da SADC.

Situação da seca

A seca dos últimos 35 anos tem afectado a produção agrícola de muitos países membros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), associada ao fenómeno El Niño.

Neste contexto, o presidente do Conselho de Ministros da organização Ontefetse Matambo afirmou que a seca trouxe como consequência a escassez de muitos cereais, o aumento do preço nos diferentes mercados e do número de pessoas vulneráveis, com realce para as mulheres e crianças.

“A região, afectada pelo impacto negativo do fenómeno, impossibilita o cumprimento dos objectivos e metas de cada país membro e de uma forma colectiva”, disse, para acrescentar que para minimizar a situação são necessários recursos substanciais para responder aos acontecimentos infelizes que a região enfrenta.

Ontefetse Matambo afirmou que a região da SADC continua a  implementar o plano director para infra-estruturas adoptado em 2012, que facilita a integração e o comércio regional.

O presidente do Conselho de Ministros sublinhou que a integração regional, com longa história comum na SADC, conseguiu congregar as economias dos Estados membros em muitos aspectos, o clima político e macroeconómico estável e a cooperação nas áreas dos recursos hídricos, transportes e turismo. Ontefetse Matambo vincou que a SADC precisa de recursos significativos de investimento para a concretização dos programas, fundamentalmente nos projectos prioritários, com vista a implementar e assegurar a cooperação e integração regional.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo