Internacional

Irão – o improvável intermediário para a paz na Europa

O ministro dos negócios estrangeiros do Irão, Hossein Amir Abdollahian, anunciou, semana passada, que entregou uma “iniciativa de paz” europeia sobre a Ucrânia às autoridades do Kremlin. Abdollahian indicou que o presidente do seu país, Ebrahim Raisi, recebeu a proposta de paz de um líder europeu e indigitou-lhe para transmiti-la à Rússia.

A serem verdadeiras as palavras do ministro iraniano, já que até o momento que se escreveram estas linhas nenhum líder europeu havia reagido, o anúncio demonstra, por um lado, que Teerão está a “reganhar” alguma relevância na arena internacional e, por outro, denuncia que os líderes europeus parecem terem pedido, ou estão a perder, importância nos esforços de resolução da questão ucraniana.

Ou seja, o Irão, um estado considerado “pária” pelos EUA e seus aliados europeus, pode tornar-se no “improvável intermediário para a paz na Europa”.Leia mais…

TEXTO DE EDSON MUIRAZEQUE

edson.muirazeque@gmail.com

Artigos Relacionados

Botão Voltar ao Topo