Print this page

Crianças com necessidades especiais estão a vencer a batalha

Abril 24, 2021 231

- Centro de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados (CERCI) acolhe 64 crianças com diferentes patologias, dentre elas, autismo, síndrome de Down, hidrocefalia, microcefalia, paralisia cerebral e síndrome de West

Depois de muitos anos a depender de terceiros, crianças com necessidades educativas especiais aprendem a dar os primeiros passos, deixam de usar fraldas, balbuciam as primeiras palavras rumo a construções frásicas... Pode parecer pouco, mas esta é a realização de um sonho idealizado por pais de filhos com deficiência que se uniram a especialistas e criaram uma associação e um centro com o objectivo de proporcionar a estas crianças um ambiente de aprendizagem e de socialização.

Criado com o apoio de parceiros, o Centro de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados (CERCI) tem capacidade para atender 72 alunos. Actualmente acolhe 64 internos com diferentes patologias, dentre elas, autismo, síndrome de Down, hidrocefalia, microcefalia, paralisia cerebral, síndrome de West, entre outras.

domingo esteve no local, onde ficou a saber que a criança, ao ser admitida no centro, é submetida a uma avaliação que permite perceber o nível em que se encontra. A maioria chega sem nenhuma autonomia.

A instituição privilegia o envolvimento dos pais na educação dos filhos, razão pela qual, depois da avaliação, os pais do aluno admitido filiam-se à associação.

Ricardo Trindade, psicólogo, membro-fundador e actual director executivo do CERCI, explica que a participação destes é fundamental para o desenvolvimento da criança com deficiência, pois “os pais têm uma capacidade especial de visualizar o potencial dos filhos, estimulando as suas habilidades e competências, porque por mais que haja profissionais qualificados, somente o envolvimento dos pais vai criar um ambiente favorável para o desenvolvimento da criança”, disse. Leia mais...

Texto de Hercília Marrengule

Classifique este item
(0 votes)