COVID-19: Arranca amanhã segunda fase da vacinação

- Serão abrangidos, entre outros, reclusos e funcionários prisionais, doentes em terapia imunossupressora, estudantes finalistas dos cursos de medicina, professores e agentes da Polícia

Inicia amanhã a administração da primeira dose referente à segunda fase de vacinação contra a covid-19. A imunização que visa abranger, nesta fase, um total de 216.771 pessoas, enquadra-se na estratégia do Governo na luta contra a covid-19, iniciada em Março, com recurso ao mecanismo Covax, através do qual pretende cobrir 20 por cento da população, e o mecanismo complementar de aquisição directa para cobrir o restante da população.

Nesta fase, será administrada a vacina Covishild, produzida pela farmacêutica Serum Institute of India, desenvolvida pela Universidade de Oxford, em parceria com a Astrazeneca.

Com uma eficácia que varia entre 70 e 78 por cento, o processo torna-se completo após a administração de duas doses com um espaçamento de oito semanas entre a primeira e a segunda doses.

De acordo com Graça Matsinhe, directora do Programa Alargado de Vacinação, serão contemplados doentes diabéticos, que não foram abrangidos na primeira fase, reclusos e funcionários prisionais, doentes em terapia imunossupressora, com insuficiências renal, cardíaca, e respiratória crónicas, estudantes finalistas dos cursos de medicina, população residente em centros de acomodação, professores e agentes da Polícia com idade superior a 50 anos. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)