Print this page

EMELVA DINE: A princesa da dança

Abril 10, 2021 145

Emelva Dine, Memy para os amigos, dir-se-ia que nasceu para a dança. Uma verdadeira pluma, pela suavidade dos movimentos, mas também uma leoa pela energia contagiante desde o primeiro toque até ao fim do espectáculo. Magia pura e uma alegria transbordante. Pura dinamite quer na Companhia Nacional de Canto e Dança (CNCD), onde fez parte significativa da sua carreira como baila - rina, ou acompanhando artistas como Stewart Sukuma e Mingas, só para citar alguns.

Emelva é órfã de mãe, pai machope e tem 5 irmãos. É mãe da pequena Stany e parceira do bem humorado Celso. Estu - dou na Escola Primária do Jardim até a 7.ª classe. Depois foi para a escola comer - cial porque os pais queriam que ela fosse economista ou contabilista. Dança não era nem sequer tema de conversa, de tal sorte que quando começou a dançar no grupo cultural da escola, os pais trans - feriram-na para a casa do tio em Boane e lá frequentou a Escola Secundária Joa - quim Chissano… Mesmo assim fugia aos sábados para ir dançar e só quando apa - nhou uma valente malária é que voltou a Maputo, onde se matriculou na “Josina Machel” e depois fez uma licenciatura em Teatro na Escola de Comunicação e Artes da UEM.

Sobre a infância, Emelva diz que “foi boa saindo de uma família humilde e quando a minha mãe morreu eu tinha 14 anos…” e sobre a paixão pela dança conta que “as minhas tias e meus irmãos dizem que sempre gostei de dançar des - de pequena, nas festas familiares era eu a bailarina do dia. Quando entrei para o grupo cultural da escola comercial a coi - sa ganhou outra dimensão. Aos sábados, depois da catequese, eu pegava ‘chapa’ para a cidade para ensaiar e no regresso a minha irmã punha-me de castigo, às ve - zes nem o pequeno-almoço me dava, mas eu continuei a fugir, até que um amigo que já me tinha visto a dançar disse-me que havia audições na CNCD. Graças a Deus, passei e fui fazer parte da escola de formação da CNCD, foi lá onde o sonho começou a realizar-se”. Leia mais...

TEXTO DE BELMIRO ADAMUGY

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)