REGINA CHARUMAR, AMBIENTALISTA: Sempre fui a menina verde da família

É docente, activista ambiental e apresentadora de televisão. Falamos de Regina Augusto Charumar, o rosto do jornal domingo. Nasceu a 8 de Maio de 1989, no bairro Macuti, Beira, província de Sofala, e assumiu – com fervor – a missão de fazer os seres humanos entenderem a importância de cuidar e preservar o meio ambiente. Revela que “sempre fui a menina verde da família”.

Cedo começou a fazer campanhas de consciencialização, ainda na cidade da Beira. Quando se mudou para a capital, filiou-se à cooperativa Tumbuluku, que também trabalha em prol do meio ambiente.

Em 2018 criou a Geração Consciente (GC), que sensibiliza, limpa as praias e planta árvores.

Confessa que fica indignada ao vivenciar más práticas: “houve situações em que desci do carro e fui ter com as pessoas... Dá até vontade de bater propositadamente no veículo dos que atiram lixo ao chão (risos)”.

Para além das campanhas semanais de limpeza nas praias, está a trabalhar para a redução do uso de saco plástico. Neste contexto, criou o Eco-bag, um conjunto de sacolas ambientalmente saudáveis, e um programa televisivo, transmitido na Media Mais TV.

Filha de Augusto Charumar, funcionário da Polícia da República de Moçambique, e de Fernanda Nicolau, dona de casa, já falecida, vê nos seus pais modelos de humanismo, daí que decidiu tatuar o nome do pai no antebraço e o da mãe nas costas. Leia mais...

Por Pretilério Matsinhe

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)