Ópio do povo à vista

Ainda não é chegada a hora de lançar todos os chapéus ao léu, contudo é refrescante saber que o ópio do povo, o futebol, poderá muito brevemente regressar aos relvados e descampados do país após luz verde do Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi, que permite aos clubes do Moçambola retomarem os treinos a partir do próximo dia 15 de Setembro.

No entanto, aos clubes pede-se máxima responsabilidade, vigilância, afinco em todos os processos para que não se transformem em potenciais focos de transmissão da covid-19.

Aliás, na sua comunicação à nação, na sexta-feira, o próprio Chefe de Estado fez questão de reiterar a necessidade de observância de todas as condições de prevenção da pandemia da covid-19, até porque, como vincou, um atleta não se forma em uma semana, um mês ou um ano, é uma idade.

Os primeiros sinais demonstrados pelos clubes são encorajadores porquanto estão a cumprir à letra as medidas decretadas pelas autoridades da Saúde para travar a propagação da doença.

Dos dirigentes espera-se que sejam, efectivamente, condutores de homens, neste caso atletas, para que eles se comportem com responsabilidade. Aliás, eles são profissionais para além de que o futebol para muitos é a principal fonte de renda. Leia mais...

Por André Matola

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)