O quintal da pandemia

O primeiro método para estimar a inteligência de um governante é olhar para os homens que tem à sua volta - Maquiavel

“Arte no Quintal” é um projecto que, segundo a ministra Eldevina Materula, tem como objectivos incentivar a produção, promover manifestações artísticas através da realização de concertos, programas e diálogo online, contribuir através das artes e cultura na consciencialização da sociedade sobre as medidas preventivas da covid-19, assim como dotar os fazedores das artes de meios alternativos para enfrentarem a pandemia.

Bem visto, Kika; é que para quem pinta, coreografa, escreve, cria, ensaia, compõe, tudo isso só ganha valor real quando é partilhado, quando é visto, apreciado, saboreado pelos outros… coisa complicada actualmente pelo estado emergência em resposta à pandemia do coronavírus. A “Arte no Quintal” surgiu então como um “tubo de escape” para os artistas e, por outro lado, um estímulo para a contínua produção artística.

A ideia – repito – é fantástica. Os valores envolvidos – 5 milhões de Meticais – podem ser curtos se olharmos para a vastidão do país, mas são, inequivocamente, uma lufada de ar fresco para quem vive de música, artes plásticas, dança e por aí vai… Leia mais...

Por Belmiro Adamugy

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)