Vovó Marta Banze, natural de Zandamela

Hoje em dia, fala-se muito de violência contra a integridade física da mulher. Há vários relatos de casos de violações sexuais no seio dos lares, contra crianças e mulheres. E, ao que tudo indica, as famílias convivem com o inimigo: conversam, passam refeições, para além de partilhar ideias, muitas vezes sem que se tenha noção do perigo que as circunda.

Preocupado com esta situação, domingo conversou com a vovó Marta Banze. A ideia era precisamente pedir dicas sobre como se pode desmascarar um “predador” ou seja o elemento de instintos animalescos, que causa mal às crianças, tira o sono das mães e dos pais. A vovó do domingo disparou afirmando que “o Satanas sempre deixa escaparsinais: o seu olhar, os seus gestos, afrequência de visitas denunciam-no,principalmente quando se encontranum ambiente em que as meninas sevestem de maneira provocatória”.

Até porque, diz a vovó Banze, é preciso não neglicenciar que os homens são obcecados pela forma física das mulheres. “Ate paraescolher alguém para casar, já nãoavaliam a ‘cabeça’, interessam-sepelo corpo. Isto e preocupante, e éum aspecto que deveria ser debatido,porque o mundo anda de pernas parao ar. Alguns homens já não ‘olham’a quem cobiçar: cobiçam a própriafilha e fazem-na de ‘mulher’. Então,o meu conselho e endereçado a todasas mães, para prestarem atenção namaneira como os familiares e amigosolham para as suas filhas, duranteas visitas e os convívios, de forma atira-las do perigo”, rematou.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,11 62,29
ZAR 4,16 4,24
EUR 67,19 68,49

12.09.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 281 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas