DDR já abrangeu mais de 2 mil homens

- Filipe Nyusi na tomada de posse de Raul Domingos como membro do Conselho do Estado

O processo de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR) regista avanços significativos, com a desmobilização até ao momento de um total de 2300 homens, 44 por cento que passaram à vida civil, e com a reintegração social nas respectivas famílias e comunidades. Conforme se sabe, a meta é desmobilizar 5221 combatentes previamente registados.

A informação foi avançada pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, que falava sexta-feira última, momentos depois de conferir posse a Raul Domingos, como novo membro do Conselho do Estado, órgão de consulta ao Presidente da República.

O PR destacou que o país continua a enfrentar três grandes desafios: o terrorismo no Norte, ataques armados no Centro, pandemia da covid-19, aos quais os moçambicanos têm de estar unidos para vencê-los. Sublinhou que ao conferir posse ao novo membro do Conselho do Estado pretende dar mais um passo inequívoco, com vista a trazer para este órgão de consulta, as mais variadas sensibilidades que gravitam na política nacional. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)