Sinto certa responsabilidade por ser primeira mulher general

- Sidónia Eda Fiosse Massangaie, militar e médica

Éa primeira mulher a atingir o posto de general neste país. Por que motivo demorou tanto para isso acontecer na história da República de Moçambique?

Não sei (risos).

Mas qual o seu sentimento em relação à sua promoção?

Penso que qualquer cidadão quando entra para as forças armadas e torna-se militar o seu grande sonho é um dia alcançar o posto de general. Mas é verdade que não é um posto, digamos, uma carreira directa, é um posto por confiança. Então, significa que muitos de nós cumprimos, conseguimos progredir na carreira e terminamos no posto de coronel, que é o máximo dos oficiais superiores. Transitar para o oficialato general, pronto, é por confiança, e os que conseguem merecer essa confiança é que passam para oficiais generais. Agora, o que sinto é gratidão, por ter sido confiada, e também até certo ponto sinto uma certa responsabilidade, por ser a primeira mulher a atingir este posto neste país, e sinto também que estou perante um desafio por causa desta história… é uma mistura de sentimentos.

Insisto, levou muito tempo até que uma mulher fosse promovida…

Não sei… o demorar ou não… penso que é relativo… pronto, essas decisões são tomadas a outros níveis. Penso que aconteceu agora, porque se julgou que era o momento certo.

Há preconceitos no seio militar em relação ao género?

Que eu me aperceba não, porque o que vejo, no dia-a- -dia, é que todos nós estamos no mesmo meio, não vejo, não sinto nenhuma discriminação, assim visível, porque a organização militar é clara: se sou sargento, convivo com sargento; se sou oficial superior, convivo com oficial superior, independentemente do sexo. Estamos estratificados de acordo com os postos que ocupamos. Nunca vi nenhuma situação em que um sargento ou um oficial não pudesse conviver com os outros da mesma classe, em função do sexo. Mesmo em relação à progressão, vejo que, gradualmente, já temos muitos oficiais do sexo feminino a progredirem e a assumirem postos de responsabilidade. Leia mais...

TEXTO DE CAROL BANZE

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Fotos de Carlos Uqueio

Classifique este item
(0 votes)