Presidente da República desafia CNE a credibilizar processos eleitorais

O Presidente da República afirmou que os moçambicanos estão na expectativa de que os novos membros da Comissão Nacional de Eleições (CNE) administrem os próximos pleitos eleitorais de forma ordeira, calma, tranquila e num ambiente de liberdade e transparência.

Ao empossar sexta-feira passada o novo elenco eleito em Dezembro pela Assembleia da República, o Chefe de Estado desafiou os novos membros da CNE a resolverem todas as situações de natureza administrativa, como ilícitos, de modo a credibilizar os pleitos eleitorais no país.

No rol dos desafios, o Presidente da República falou também da necessidade de se estancar a abertura tardia das mesas de votação em algumas assembleias de voto, divergências entre o número de votos nas urnas e os editais das mesas de votação, actas de centralização, apuramento distrital ou da cidade ou de nível Presidente da República desafia CNE a credibilizar processos eleitorais provincial.

É também tarefa da nova CNE eliminar as suspeitas de enchimento das urnas e de existência de boletins de votos pré-votados, inutilização do sentido de voto expresso pelo eleitor por parte dos membros das mesas de assembleia de votos e rasuras de alguns editais e actas de apuramento parcial. Leia mais...

Classifique este item
(0 votes)