Hoje é dia da OJM

Hoje comemora-se o 43.º aniversário da Organização da Juventude Moçambicana (OJM). Pela efeméride, o partido Frelimo exorta a juventude a alhear-se das promessas falsas que possam culminar com o seu ingresso nas fileiras do terrorismo e da auto-intitulada junta militar da Renamo.

Na mensagem, a Frelimo condena de forma veemente os mentores do terrorismo que causam a morte de cidadãos indefesos, destroem infra- -estruturas, danificam a economia e rompem o tecido social, no Norte de Cabo Delgado.

De igual modo, condena os actos macabros protagonizados pela auto- -proclamada junta militar e apela a este grupo armado a pôr a mão na consciência e parar de atacar e matar moçambicanos nas províncias de Manica e Sofala.

Tendo em vista o alívio do sofrimento das vítimas do terrorismo e dos ataques armados, a Frelimo reitera a necessidade de continuidade de acções de apoio, conforto e solidariedade com os deslocados despojados do tecto, seus bens e que perderam os seus ente queridos devido aos ataques.

A Frelimo encoraja os jovens integrados nas Forças de Defesa e Segurança (FDS) a prosseguirem com a perseguição dos malfeitores para o restabelecimento da paz.

Na mesma missiva, a Frelimo louva os esforços desenvolvidos pelos jovens profissionais afecto a diferentes unidades hospitalares que, no quotidiano, envolvem-se nas nobres acções de salvar vidas humanas, combatendo a pandemia da covid-19.

A Frelimo recorda as palavras proferidas pelo Presidente Samora Machel segundo as quais “a juventude é a seiva da nação” e apela para que continue a entregar-se com afinco no estudo e no trabalho.

Classifique este item
(0 votes)