Combate à corrupção continua prioritário

O combate à corrupção constitui uma das bandeiras do Chefe de Estado para o quinquénio 2020-2024 de modo que em visita à província de Gaza o Presidente da República, Filipe Nyusi, elegeu como tema de fundo este mal que afecta milhares de moçambicanos, para não falar do próprio Estado.

Numa declaração à Imprensa sexta-feira no final da visita a esta província indicou que, embora seja visível a luta contra a corrupção, este mal continua a interferir de forma negativa na vida dos moçambicanos.

Destacou que a corrupção interfere na educação, saúde, emprego; revela-se na contratação de bens e serviços e mina os esforços conjuntos tendentes ao desenvolvimento socioeconómico do país.

“A corrupção é um mal real. Corrói as nossas instituições públicas e privadas, dilacera o tecido social e influi negativamente na formação das novas gerações. Banaliza a seriedade e a honestidade dos moçambicanos honestos e todos aqueles que pretendem contrariar estas tendências”, frisou o Presidente da República. 

Para o Chefe de Estado é urgente combater este mal na medida em que não só lesa a instituição onde ocorre, como também priva o Estado dos recursos necessários que serviriam para criar com celeridade o bem-estar e o progresso do povo moçambicano. Leia mais...

Texto de Domingos Nhaúle

This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Classifique este item
(0 votes)
Script: