Terminou ontem a “maratona” de caça ao voto. Coincidentemente, terminou também no domingo passado o reinado das ”Assombrações”, algumas das quais levaram o seu autor a ser considerado por alguns como alguém com um parafuso a menos.

 Hoje começa o novo reinado do “Leigo”, que, como se sabe, é alguém pouco letrado. Só que este “Leigo” não é totalmente ignorante. Não é burro. Pretende ser uma página com o conteúdo de pouca ciência, mas baseada em verdades. Dizia eu que terminou ontem a “maratona” de corrida de conquista de voto, vendendo cada concorrente o seu “peixe”. Para o proveito se calhar de muitos, que tal começarmos por esclarecer o que seja uma “maratona”? Porque há termos que entram no nosso vocabulário quotidiano e usamo-los sem estarmos conscientes do seu real valor ou significado para as nossas vidas. Por exemplo, muitos de nós estamos a falar de “maratona” de ânimo tão leve que nem sabemos o que isso realmente significa. Ora, reza a lenda grega que, em 490 a.C., um soldado grego chamado Feidípedes correu 40 km da cidade de Marathon, na Grécia, até Atenas, a capital do país, para avisar a população que eles haviam vencido a batalha contra os persas. Ele teria chegado à cidade, anunciado a vitória e caído morto em seguida, porque estava exausto. Hoje a maratona utilizada como desporto é de 42,2km. Leia mais...

Por Kandiyane Wa Matuva

Kandiya This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 61,72 62,95
ZAR 4,18 4,26
EUR 68,69 70,06

18.10.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 1135 visitante(s) ligado(s) ao Jornal

+ lidas