Não faço teatro para o povo, mas faço teatro em favor do povo. Faço teatro para incomodar os que estão sossegados. Só para isso faço teatro–Plínio Marcos

A arte, segundo Loinello Venturi, alimenta-se de ingenuidades, de imaginações infantis que ultrapassam os limites do conhecimento; é aí que se encontra o seu reino. Toda a ciência do Mundo não seria capaz de penetrá-lo. Não poderia ser mais acertado este pensamento… até porque estamos em Março, o mês do teatro!

Essa arte –o teatro –muitas vezes condenada e incompreendida, noutras vezes vista como ferramenta de libertação do homem, de modo geral, continua sendo um tema candente quando se discute a função social da Arte. Milenar, o teatro, infelizmente, continua o parente pobre das nossas manifestações artísticas culturais. É duro mas é verdade. Para o teatro escasseia quase tudo, desde salas até mecenas.

Só não falta a vontade de fazer as coisas acontecerem. Fernanda Montenegro disse, a propósito, que fazer teatro é um destino. Destino doloroso bastas vezes. Os actores para se fazerem ver sofrem o diabo. Tudo tem de ser improvisado. Não há garantias de nada exceptuando-se a vontade férrea de continuar a fazer a arte. Os actores e os encenadores têm de encontrar espaços alternativos para mostrarem os seus trabalhos, afinal –contra tudo e todos –mais do que o cinema, literatura ou outras expressões artísticas, o teatro reclama a presença do homem diante de outro homem.

Realmente o teatro tem uma vida própria que desafia o espaço e o tempo. As peças que fazemos e vemos hoje alimentam-se dos êxitos construídos ao longo dos séculos. Os trabalhos mais antigos podem ganhar novas cores e serem continuamente representados. O teatro tem esta extraordinária capacidade de reinventar-se a partir das suas próprias cinzas tal como uma Fénix, sorvendo, absorvendo, nutrindo-se das suas fundações; é assim que sobrevive. Alimenta-se dele mesmo. Claro que nos referimos às peças que realmente discutem a condição humana. Que ultrapassam o puro divertimento.

Por Belmiro Adamugy
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Câmbio

Moeda Compra Venda
USD 63,6 64,83
ZAR 4,56 4,65
EUR 71,57 72,96

11.04.201Banco de Moçambique

Quem está Online?

Temos 391 visitante(s) ligado(s) ao Jornal